segunda-feira, agosto 25, 2008

Clarifique-se a direita

A entrevista de Pedro Passos Coelho ao Expresso mostra mais uma vez, e não me cansarei de o denunciar até è exaustão, que o PSD é um partido sem essência que navega sem rumo nas àguas do espectro político. Passos Coelho diz-se liberal e não assume quaisquer valores no que se refere a casamentos de homosexuais, abortos ou eutanásias. È um liberal do vale tudo em que o interesse individual se sobrepõe a qualquer valor comunitário ou ao bem comum. Pelo menos ele assim o diz na sua tentativa de encarnar uma imagem de "modernidade". Mas é isso o PSD, um conjunto de imagens sem qualquer conteúdo. Como já aqui escrevi, o PSD é o maior obstáculo à afirmação da direita em Portugal.

Clarifique-se a direita.

8 Comments:

Blogger Vicissitude(s) said...

Mas em que "manifesto" leu que o Partido Social Democrata era um partido de direita?

Em Portugal não existem partidos à "direita". Estão todos na esquerda, porque todos colonizam o Estado.

O Partido Social Democrata é que com alguns dirigentes se tornou mais "liberal" e ainda assim o Pedrinho não passa do bom sorridente, "liberal" em entrevista.

Portugal não tem direita, muito menos "liberal".

8/25/2008 4:46 da tarde  
Anonymous rpa said...

Pois é!

8/25/2008 5:51 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

é pá dexculpa la esta merda..., então esta merda de bloge so tem noventa visitas diarias...., liguei a merda sem crer

8/25/2008 10:44 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Direita?
Qual é o partido da Direita?
A Direita pode ter partido?
O CDS, Freitas do Anaral o disse há 34 anos, está rigorosaamente ao centro - ou seja, gargalhada (com vómito...) geral.
Acho piada a este putos de merda que andam a fazer comentáros politiqueiros.

Nuno

8/26/2008 6:53 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Estes putos de m.... têm a mania. O que é que se há-de fazer? Antes apagar frustrações nos blogs dos outros.

8/26/2008 10:16 da manhã  
Blogger Viriato said...

O PSD sempre foi um partido sem ideologia, primando na sua condução politica pelo pragmatismo. Dai a dificuldade em se situar em termos ideologicos!

O único partido que se identificava pelos valores era o CDS. Hoje em dia temos uma caricatura chamada CDS/PP, que não representa ninguém, senão o sr. Paulo Portas e os seus muchachos! A desgraça é essa! Por isso não se trata de clarificar, mas de mudar, o que realisticamente me parece muito dificil! Podiamos falar de um novo partido, mas já se viu que em Portugal é quase impossível que tenha qualquer tipo de viabilidade...

8/26/2008 10:54 da manhã  
Anonymous rpa said...

Há que persistir e tentar reunir a verdadeira direita. Ainda não desisti disso. A ver vamos.

8/26/2008 11:31 da manhã  
Anonymous rpa said...

Há que persistir e tentar reunir a verdadeira direita. Ainda não desisti disso. A ver vamos.

8/26/2008 11:31 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br