segunda-feira, julho 14, 2008

Está Tudo Doido - III- AS FARC NO CORAÇÃO DO PCP


Finalmente um artigo que incide alguma embora pouca luz, sobre o apoio demente do PCP às FARC e da glorificação destes terroristas, que se pode ver e viver anualmente na festa da cassete do PCP, que anualmente e desavergonhadamente se repete no Seixal.

“…Segundo o discurso oficial, o PCP "não subscreve os métodos das FARC". Claro que não. Da mesma forma que não subscreveram os métodos do SENDERO LUMINOSO. Como também apenas não subscreveram os métodos dos Khmer Vermelhos, das intestinas FP25, das Brigadas Vermelhas ou até da ETA, do Hezbollah ou do Hamas, (e aposto que também só não subscrevem os métodos da Al-Qaeda). Reparem que são eles próprios que põem tudo no mesmo saco. “…"Na Colômbia, como na Palestina, Líbano, Iraque, ou como no passado recente no Vietname, em Cuba, Nicarágua, El Salvador, África do Sul, só para citar alguns exemplos, 'terroristas' são todos os que não se vergam ao despotismo, ao colonialismo, à escravidão, seja qual for o nome ostentado pelo regime que o pratica." No fundo os terroristas somos nós, os democratas no Ocidente, já se vê.

E vão por aí fora: "a verdade, porém, é que na Colômbia, onde as FARC lutam há mais de quatro décadas contra regimes corruptos e despóticos, serventuários do imperialismo norte-americano, os autênticos terroristas usam fato e gravata e incumbem o exército ou organizações paramilitares de lhes fazer o trabalho sujo, enquanto debitam nas Nações Unidas, na Casa Branca, ou em Bruxelas discursos de paz e justiça social”.
Desde Stalin, a Mao, da dinastia comunista da Coreia do Norte, de Cuba, do Myanmar e por aí fora, que os comunistas e o PCP no seu humanismo latente, imanente e transcendente, lutam ao lado do fracos e oprimidos...

Reparem ainda no mau perder, no azedume que leva ao assassinato de carácter da Ingrid Betancourt, que nem vale a pena citar, mas que dá a entender que por ser alegadamente uma mãe desnaturada (reparem que isto revela uma vertente moralista e conservadora dos bons costumes dos comunistas que eu desconhecia em absoluto), uma manipuladora, uma actriz de novela, nem valia a pena resgatá-la e aos outros. É essa a lógica por detrás da zombaria? Mas que raio!

As pérolas continuam: “Segundo o militante Manuel Gouveia, "afirmações tão estruturantes e verdadeiras como que quem é narcotraficante na Colômbia é o Presidente Uribe..." - As FARC estão há 40 nos na selva da Colômbia, mas o traficante é o Presidente… As FARC não têm nada a ver com narcotráfico... Nada. Quanto maior a mentira mais facilmente se acredita nela, não é assim? "... ou que, no conflito colombiano, a oligarquia sempre promoveu a guerra e as FARC sempre procuraram soluções pacíficas, suscitam dúvidas e resistências” Dúvidas e resistências? Como é que isso é possível? "cuja superação exige um espaço de debate e esclarecimento, espaço que não existe fora do partido" Deve haver cada debate dentro do partido… Os saneados que o digam. Um verdadeiro exemplo da democracia em funcionamento, no seio de um partido que dá imensa credibilidade à Assembleia da República e à nossa Democracia.

Há vários adjectivos para conotar estes democratas, mas isso seria outra enorme perda de tempo.

4 Comments:

Blogger lusitano said...

Caríssimos camaradas do PCP

Escrevo-vos indignado, triste, estupefacto!
A menos que a noticia acima, (declarações de Fidel Castro contrárias à prática das FARC) seja mais uma invenção do “imperial-capitalismo”, temo pela saúde mental do nosso glorioso camarada Fidel, que afastado do poder dever ter sido sujeito a torturas inomináveis para proferir tais afirmações.
A luta pela liberdade, pela democracia, pelos direitos humanos sempre invioláveis, que é a matriz de todo o nosso movimento revolucionário, e que as FARC tão puramente defendem e são exemplo constante a seguir, e que tem exemplo concreto nos anos em que a mãe Rússia, foi governada pelo nosso sempre amado, glorificado, exaltado camarada Staline, não pode parar e continuará estou seguro, pelas vossas mãos, pelas vossas vidas tão desinteressadas de outras coisas que não seja o bem estar do povo.
E esta garantia é-me dada pela clarividência das vossas convicções, pela certeza das vossas atitudes, pela justiça inabalável das vossas posições, tão bem expressas no vosso comunicado e encimada por esse monumento de amor à liberdade, que foi a recente negação de um voto de congratulação na Assembleia da República, (órgão a ser estirpado por causa da sua evidente ligação ao fascismo), pela libertação dessa filha do capitalismo Ingrid Betencourt e seus apaniguados.
Como alguém já disse, esta capitalista e seus apaniguados ainda eram perfeitamente recuperáveis, pois experimentavam já há largos anos os aromas da liberdade, da verdadeira democracia, do respeito pelos direitos humanos, tão magistralmente ensinados e exemplificados pelos nossos camaradas das FARC, mas agora retirados que foram à força desse “paraíso na terra” nas matas da Colombia, estão irremediavelmente perdidos, afogados no imperial-capitalismo.
Mas vós não vos deixais enganar!
Logo percebestes onde estava a verdadeira liberdade, onde estava a verdadeira luta pelo povo e erguendo ao alto a bandeira do humanismo, da democracia, destes uma lição àqueles lacaios do capitalismo representados nesse órgão conservador que é a Assembleia da República.
Renasceu em mim a esperança, que tão abalada tinha ficado com as palavras do camarada Fidel, (não tenho vergonha de vos dizer que chorei lágrimas amargas ao ler as suas declarações), porque convosco sei que a luta continua.
E admiro-vos ainda mais, camaradas do PCP, porque vos sei sozinhos no mundo, mas mesmo assim não desistis de defenderdes os vossos ideais de liberdade, de democracia, dos direitos humanos.
Pudera eu, se a minha vida mo permitisse, e juntar-me-ia aos gloriosos camaradas das FARC, não como terrorista, desculpem, guerrilheiro, pois não tenho méritos para tal, mas como refém, para beneficiar dos ensinamentos, da liberdade, que eles tão prestimosamente prestaram a Ingrid Betancourt e seus apaniguados e que o mundo incontrolavelmente fascista não entendeu, e por isso condenou.
Para a frente camaradas, o mundo já nos sorri e será bem melhor quando todos nós, os outros, formos vossos reféns e assim aprendermos o que é a verdadeira liberdade, a verdadeira democracia, os verdadeiros direitos humanos.
De cabeça erguida, os olhos marejados das lágrimas de gratidão, o coração totalmente entregue à nossa/vossa causa, canto a plenos pulmões:
«Avante camaradas avante, o Sol brilhará para todos nós, quando todos nós formos reféns de vós...»

Um Lusitano agradecido.

Em tempo: Pena foi que não se tivessem ganho uns dólares com a libertação dos reféns. Mas fica para a próxima!

Texto publicado no notassoltasideiastontas.blogspot.com

7/14/2008 6:21 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Esta gentinha roça a insanidade mental. Então agora fazem ataques pessoais a uma Sra? Assassínio de caracter? Valores da família regressaram a esta ideologia hedionda? Quantas rapariguitas foram iludidas pelas canções revolucionárias e tiveram que criar os filhos sozinhas!! Conheço várias. Os filhos ... eram da malta.

7/14/2008 9:41 da tarde  
Blogger Jacinto said...

Não gaste adjectivos com estes "democratas"
Filhos da puta chega e sobra como definição.

7/15/2008 12:02 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Não é preciso ir muito longe e, menos ainda, a outros países, para saber como funciona o partido comunista e os resultados que conseguem alguns dos seus militantes.
Entre vários exemplos, um - que não será tão clamoroso - é o da editora Europa América. Foi fundada por um comunista convicto e amigo de carne e osso de Cunhal, Francisco Leon de Castro.
Quem quiser que se debruce sobre as suas publicações e como são tratados os "camaradas" que lá trabalham. Se calhar, depois, ficam convencidos de que se trata de um empresa como qualquer outra, ou seja, o que interessa é o lucro e fazer tudo para que cresça mais e mais, ano após ano.
Só não se sabe é para onde é destinado todo esse ganho.

Nuno

7/16/2008 8:59 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br