domingo, março 02, 2008

Lucro dos 5 maiores bancos portugueses cresce para quase 2,9 mM€

De acordo com o Diário Económico, o lucro dos 5 maiores bancos portugueses cresceu para quase 2,9 mM€.
E isso apesar de um deles (BCP) ter tido uma regressão extraordinária dos lucros. Em relação ao ano anterior, cresceram 8,3%.
De acordo com as teorias neoliberais, um sistema económico deixado entregue a si mesmo promove a distribuição justa da riqueza, não permitindo que nenhum agente económico tire vantagem de todos os outros.
E, no entanto, com vários anos seguidos de descida dos salários reais, a banca portuguesa está cada vez mais florescente.
Como é que nos podem continuar a vender a ideia de que a massa salarial em Portugal é excessiva, que não somos competitivos por termos salários demasiado caros, quando quase dois por cento do PIB português é lucro limpo dos bancos? Ou seja, por cada 100 horas que eu e todos os portugueses trabalhamos, duas são só para dar lucros aos bancos.
A esta situação não pode ser estranho o facto de os ministros do arco governativo PS-PSD-CDS andarem a saltar cadeiras entre o estado e a banca. Nenhum governante ousa pôr a banca na ordem porque ninguém quer pôr em causa a sua reforma milionária.
É preciso continuar, na blogosfera, a fazer um pé de vento sobre esta questão, para os partidos começarem a compenetrar-se de que há custos eleitorais neste forrobodó.
Para mim, é motivo suficiente para não votar num daqueles três partidos, por mais que me possa rever no projecto de sociedade de alguns deles.

1 Comments:

Anonymous rpa said...

ZL

Gostava de saber onde é que leste essas teorias neoliberais.

3/03/2008 5:27 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br