sexta-feira, fevereiro 22, 2008

Meritocracia

"Vêdes êsse que, o primeiro no perigo e no sacrifício, recebe e dá golpes, sem temor nem poupança, em defêsa da nossa Pátria, a escorrer sangue do corpo e da alma, no mais acêso da paleja?
Aí está o Nobre.
E não lhes perguntes pelos pergaminhos, pois pode, por acaso, não os ter."
Paiva Couceiro

4 Comments:

Blogger osátiro said...

Parece que essas personalidades foram de outros tempos...

2/22/2008 3:04 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Ainda há gente dessa, quase rara.
Mas são precisos muitos mais.
Não havendo, quem sobra para salvar Portugal?
(Com pontinho.)
.

2/22/2008 6:19 da manhã  
Blogger jorge lima said...

Bingo! Quando usaren este critério para atribuir graus de nobreza*, tens aqui um monárquico às ordens! Por onde é que tens andado que tens feito tanta falta, Miguel?

* e o Rei for eleito de 4 em 4 anos

2/22/2008 10:17 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

O rei não é eleito. O rei é.
Se essa patetice era para mim, estou, de facto, às ordens de El-Rei mas não estarei, seguramente, disposto a seguir imbecis como os que abundam.
Julgava que a imbecilidade ainda não estava instalada aqui. Parece que me enganei, o que não admira por Portugal estar dominado por crápulas que promovem essa imbecilidade.
Estamos perante uma demonstração, ao vivo - o que é espantoso -, do velho "Princípio de Peter".
Todos os idiotas a promomover-se uns aos outros até atingirem o seu limite de incompetência.
Isto é a confirmação de uma desgraça completa.
(Com pontinho.)
.

2/23/2008 6:05 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br