quinta-feira, fevereiro 21, 2008

Esclarecimento!

O PPM é democrata. E é liberal. Tão democrata e tão liberal que não permite comentários aos seus textos, forçando-me a explicar-lhe o óbvio nos IV.
A míngua de paciência leva-me, porém, a um registo tópico.
A minha oposição às tendências no CDS não se prende com nenhuma razão de fundo, mas com a consciência de que as mesmas foram pensadas com dois objectivos precisos. Por um lado, criar a aparência da necessidade do regresso de Paulo Portas, escondendo a guerrilha que ao longo do mandato de Ribeiro e Castro foi orquestrada contra este. Facto que hoje é clarividente, porque só por autismo se pode continuar a afirmar que as correntes de opinião fervilham no partido, posto pautar-se a concretização da ideia num fracasso absoluto.
Por outro, dar eco aos arautos de um liberalismo pós-moderno, na senda do que vinha inscrito no seu programa estratégico, que, porque axiologicamente desvalioso e praticamente irrealizável, não me cansarei de denunciar.
No mais, estarei longe de Telmo Correia nas suas motivações, já que, se bem me lembro, o mesmo louvou a ideia aquando das directas e do congresso. E muito longe da JP, por onde passei, é certo, mas rapidamente me afastei, tal a estupefacção diante da defesa acalorada, protagonizada por alguns actuais dirigentes do partido, do fim do casamento civil como contrato. É que a falta de sustentação para o liberalismo de que fazem eco leva-os ao tudo ou não. Ou se é católico e se sacramenta o acto ou se professa outra religião, se é ateu ou agnóstico e azar.

4 Comments:

Anonymous caodeguarda said...

O PP há muito que infelizmente deixou de convencer... são mais as tricas do tio portas que actuação efectiva política... ou há renovação ou acaba... tão simples como isso...

2/21/2008 9:55 da tarde  
Blogger PDuarte said...

Gostei de passar por aqui.
Virei mais vezes.
Abraço a todos.

2/21/2008 11:46 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O CDS é uma idiotice desde o dia em que Freitas do Amaral - um camaleão - resolveu dizer, na TV, alto e bom som, que o CDS é um partido rigorosamente ao centro.
Não é direita nem esquerda. Não é Cristão nem, muitp menos, Católico.
Como na velha cantiga, o que é então?
(Com pontinho.)
.

2/22/2008 6:33 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Cara Mafalda,

li a trica de textos do "31" e da "Atlantico" para onde remete este post... só uns conselhos:

- não desças ao nível de quem não consideras;

- A JP não é assim tão importante que justifique a discussão que se gerou;

- A chama que "eles" sustentam vai acabar por os queimar, não te chegues perto que podes queimar-te também..

cumprimentos!

2/22/2008 9:59 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br