terça-feira, fevereiro 26, 2008

Correspondente em Washington - The show must go on!

Carissimos,

Dia 4 de Marco assistiremos a mais uma terca-feira de primarias nos Estados Unidos, sendo que em destaque se encontra a nomeacao democrata em virtude da disputadissima corrida eleitoral que Clinton e Obama vem protagonizando.

Dos 3253 delegados que e possivel eleger (os restantes 796 sao "super-delegates", i.e., membros inerentes) ja se encontram designados 2215, pelo que restam 1038 lugares vagos na Convencao. Desses, 141 virao do Ohio, 193 do Texas, 21 de Rhode Island e 14 de Vermont, precisamente os Estados onde se disputarao eleicoes primarias na proxima terca-feira.

De acordo com a informacao disponibilizada pelo Election Center the CNN, Clinton leva vantagem no Ohio (47% contra 39% nas intencoes de voto) ao passo que no Texas a votacao em Obama devera chegar aos 50% e Hillary nao devera umtrapassar os 46%.

Ora, por aqui ja se ve que o mais provavel e que a expectativa se mantenha mesmo para la de dia 4 de Marco.

- - -

Numa mera atribuicao proporcional de delegados conclui-se que Obama levaria de ambos os Estados 165 delegados ao passo que Hillary contaria com o apoio de 169 representantes a Convencao (ambos os resultados foram sujeitos a arredondamento).

Depois da ultimas vitorias, Obama lidera em numero de delegados eleitos, 1360 contra 1269 que deverao apoiar Clinton. No entanto, e necessario realcar que Hillary lidera na luta de bastidores visto que de acordo com a CNN dispoe nesta altura do apoio de 238 super-delegates ao passo que Obama conta apenas com 176 (381 ainda nao definiram o seu apoio).

Tudo somado, ja incluindo esta estimativa, os dois candidatos deverao sair do Texas e do Ohio separados por 87 delegados (Obama a frente). Depois de terca-feira ainda ficarao 1050 lugares por preencher, 669 das quais por eleicao...

A confirmar-se este cenario crescem de importancia as seguintes variaveis:

- Os delegados de John Edwards;
- O jogo de bastidores no seio do Partido Democrata no qual Hillary parece levar vantagem.

Enquanto John Edwards devera esperar pelo momento mais oportuno para "endossar" os seus delegados procurando dai retirar beneficios proprios (o mais obvio seria a obtencao da nomeacao democrata para a vice-presidencia) o comportamento dos super-delegates, nao obstante o prestigio dos Clinton, e mais dificil de prever.

Efectivamente, confirmando-se as previsoes, parece claro que Hillary nao devera colocar no dia 4 de Marco o tao desejado ponto final no "momentum" de Obama, aspecto que pode influenciar a decisao das cupulas do partido pouco interessadas que estarao em retirar "legitimidade popular" a nomeacao democrata.

E, pois, preciso esperar para ver!

Um abraco.

PS: A ausencia de sinais ortograficos, nao representa nem uma opcao estlistica (de duvidosissimo gosto), nem, tao pouco, uma vontade de reinventar a escrita em portugues (evidente que seria o pretensiosismo). Trata-se antes de um PC configurado para ingles, e nada mais!

9 Comments:

Anonymous rpa said...

Miguel, mais do que a ausência de sinais ortográficos nota-se a ausência dos adversários dos democratas. Mas não vão ser "favas contadas" para os democratas.

2/26/2008 9:27 da tarde  
Blogger osátiro said...

Karl Rove disse que era fácil derrotar Billary quando deixou aCasa Branca( e Billary era já dada como Presidenta).
Mais uma vez mostrou q era um génio da política...
É que Obama era um desconhecido.
E McCain tem mais hipóteses de derrotar Billary, segundo as sondagens.
Mas Obama é inexperiente, e é um perigo para o Ocidente ele ser eleito.

2/26/2008 9:52 da tarde  
Blogger Miguel Cortez Pimentel said...

Ricardo, ai esta mais um belo motivo para um posto sobre a opressao socialista...

2/26/2008 10:12 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Não sei quanto custa aí um teclado. Aqui, em Inglaterra, ronda as cinco libras. Se calhar, o Pimentel está à espera que se faça uma colecta...

hehehehe

(Com pontinho.)
.

2/27/2008 6:51 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Caro Rui Castro,
Em 2/26/2008 7:27 AM escrevi, na sequência de um comentário de José Luis Malaquias:
«De facto, a «Opressão Socialista» não é mais do que um surto do socialismo - todo ele o mesmo - que se desenvolveu sobretudo desde a União Soviética de Estaline.
Suponho que não será necessário contar a história... É que toda a gente sabe, mas há uns quantos, muitos, que estão esquecidos, e outros, seguramente mais, que são teimosos.
Tal opressão grassa e existe em inúmeros cantos, maiores ou menores, do planeta. Está à vista que se instala, em particular, onde há mais miséria, ou antes, a pior miséria.
Começou na Rússia e expandiu-se por onde havia - e há - mais fome, como na China. O espaço é curto, mas não me eximo de referir toda a Ásia, grande parte da África e agora, cada vez mais a América do Sul de que Cuba é um expoente.
Pondo as coisas mais claras, o socialismo está associado à prostituição, à mais reles, se tal é possível diferençar.
Como, aliás, singra a par da corrupção - da mais baixa à de colarinho branco.
Escreve o Malaquias que ..."Atribui-se a essa etiqueta tudo o que há de errado com a sociedade: corrupção, sociedade de consumo, capitalismo selvagem, perda de valores, estupidez".
Pois é. Essa é a mais pura verdade.
A questão dos adversários políticos que o Malaquias aponta é, também, a forma como a esquerda ataca quem os contraria.
Até que demonstre o contrário - mas falta-lhe mioleira, estudo e, especialmente, razão - a esquerda nasceu e desenvolveu-se para condenar e subjugar o homem aos piores sofrimentos, para criar, para si, as condições de que precisa para instalar o seu aparelho. Ou seja, a esquerda no topo - a nova classe sossial (eu queria escrever xoxial), os funcionários (carreiristas sempre muito atentos) e as classes trabalhadoras, essas sempre exploradas e cuja vida não conta. O tal aparelho está-se nas tintas e os pobres diabos que se amanhem.
Não tenho palavras para qualificar toda essa gentinha que não vale a ralé.
Porém, não terei dúvidas em pôr os nomes aos bois e expô-los na praça pública, onde me agradaria vê-los justiçados.»

Entretanto, não posso deixar de acrescentar - por que vi -, que hoje, na Rússia existe um dos maiores centros de prostituição que se encontram neste desgraçado planeta. Fruto de quê? Parece que dos tempos infelizes por que todo aquele povo passou até à infantilmente designada libertação.

Estranhamente, não encontro nada sobre o tema. Se calhar, preciso de óculos novos ou de afinar os dedos.
Se foi filtrado, agradeço que me informem.
(Com pontinho.)
.

2/27/2008 7:35 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Caro Rui Castro,
Insisto.
Gostaria que me informasse qual é o leque de comentários que se pode fazer - e em que tom - aos escritos que por aqui aparecem.
Cumprimentos.

(Com pontinho.)
.

2/27/2008 7:39 da manhã  
Blogger Miguel Cortez Pimentel said...

Caro anonimo,

Pensarei em adquirir um novo teclado no dia em que voce decidir comecar a assinar os seus comentarios. Trata-se apenas de uma possibilidade uma vez que nao vejo qualquer necessidade em faze-lo. No entanto, enquanto bom Catolico que tento ser, gosto de premiar assomos de coragem e dignidade, pelo que poderei vir a pensar no seu caso.

Quanto ao mais,apraz-me verificar que continua a premiar-me com o seu noctivago comentario. A fidelidade dos leitores sempre me comoveu e fique certo que voce esta entre os meus favoritos.

Grato pela sua continuada atencao.

2/27/2008 8:52 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

2/29/2008 7:56 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Meu Caro Castro,
Parece-me bastante incorrecto eliminar as minhas respostas, correctas, ao sr. Pimentel.
Afinal, eu só peço que ele apresente melhor os seus argumentos, que considera "substanciais", e que escreva melhor Português.
Qual é o inconveniente da minha pretensão?
Se ele me disser onde está eu até lhe faço chegar um teclado...
Cumprimentos.
(Com pontinho.)
.

3/02/2008 6:15 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br