terça-feira, setembro 04, 2007

stôres

Há já vários anos que se percebeu que não há mais lugar para novos professores, quer em escolas públicas quer nas privadas. Seja pela diminuição do número de alunos, resultante de uma quebra acentuada na taxa da natalidade, seja pelo aumento expondencial de licenciados sem trabalho que optam pelo ensino, a verdade é que são cada vez mais os candidatos para cada vez menos vagas. Nos últimos anos, o Estado tem vindo a ignorar o problema. Sabemos, porém, que o Estado é principal culpado da situação, sem coragem para fechar cursos sem qualidade e incapaz de afirmar que o mais que provável destino da maioria dos novos professores será o desemprego. Como maior empregador da classe, já vai sendo altura de explicar aos eventuais interessados que esta torneira já fechou.

1 Comments:

Blogger Joaquim Simões said...

O problema não é só resultante de falta de orientação. É que também duvido muito da qualidade e da quantidade das vias alternativas que os mapas indicados possam vir a dar. Das saídas, então, nem se fala...

9/04/2007 2:59 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br