sexta-feira, agosto 03, 2007

Privilégios de quem aborta

Recebi esta por e-mail que, se assim for, é verdadeiramente escandaloso:

Em Portugal a interrupção voluntária da gravidez dá direito a 30 dias de licença com 100% do ordenado!

Mas uma mulher que esteja grávida e que se veja forçada a ficar de baixa antes do parto, sem este ser de risco, recebe um subsídio de 65% do seu ordenado;

uma mãe que tenha de assistir na doença um seu filho menor recebe 65% do seu ordenado...

extraordinário não é?

6 Comments:

Blogger A. João Soares said...

É realmente um escândalo. Coloquei, em 31 de Julho, nos meus blogs este assunto com o título «IVG como modo de vida». Tem comentários com muito interesse. Vale a pena passar pelos dois blogs
Um abraço
Do Miradouro

8/03/2007 10:32 da manhã  
Blogger rduarte said...

não acredito nisso. a sério que não

8/03/2007 10:56 da manhã  
Anonymous macxdream said...

Estamos num pais de ABORTOS!!!!!!!!

8/03/2007 12:12 da tarde  
Blogger GRaNel said...

Não é de estranhar ver Sócrates a defender a classe...

8/03/2007 3:37 da tarde  
Blogger JLM said...

Zé Luís,
Tenho um post aqui nos IV, de 30 ou 31 de Maio (não o sei ir buscar para linkar aqui...) denunciando esta vergonha. É verdade e um escândalo.

8/03/2007 4:53 da tarde  
Anonymous Marta said...

Isto não me surpreende. O aborto foi acarinhado pelo governo que temos e pensado até aos mínimos detalhes. Para tudo correr bem - na óptica do mesmo governo - era necessário não deixar pontas soltas e assim temos mais condições e direitos para esta situação do que para outras que, por menos emblemáticas, não tiveram direito a tanta atenção - e não se pode gastar este dinheiro todo com todas as situações - só com as que interessa que corram bem.

A culpa é nossa, que permitimos que os elegessem e que, eventualmente, não fizemos o suficiente para impedir a legaliação do aborto.

8/04/2007 1:13 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br