sexta-feira, julho 20, 2007

virar o bico ao prego (4)

"Confederações patronais negam ter proposto o despedimento por motivos políticos ou ideológicos" (Publico)
Notícia a ser publicitada pelos (in)fiéis do costume.

8 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Vivam os Patrões!
Abaixo os jornalistas desonestos!
Esses malandros obrigaram o secretário-geral da CAP (eu ouvi as declarações dele na SIC)a explicar que "SE QUALQUER TRABALHADOR SE PODE DESPEDIR SE NÃO CONCORDAR COM A VISÃO POLÍTICA DO SEU EMPREGADOR, PORQUE É QUE NÃO PODE ACONTECER O CONTRÁRIO?"

7/20/2007 7:52 da tarde  
Blogger José Luís Malaquias said...

Porque, obviamente, a relação jurídica entre ambos está longe de ser simétrica e, por isso, a lei tem de proteger a parte mais fraca.
De todas as formas, os patrões em Portugal têm tantas formas efectivas de contornar a lei e, na prática, despedirem quem quiserem que, no final, esta história da rigidez laboral não é mais do que uma desculpa de mau pagador dos patrões portugueses, por presidirem a uma das economias menos produtivas da UE, com os mesmos trabalhadores que, no Luxemburgo, com outros patrões, são os mais produtivos da Europa.

7/20/2007 10:29 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Então o Rui Castro continua sem se retractar do ataque (desta vez injusto)à TSF, depois de se conhecerem as palavras do secretário-geral da CAP?

Confesso, que a paciência está a esgotar e que já faltou mais para "despedir" este blogue, não por motivos ideológicos, mas sim pela sua manifesta desonestidade intelectual.

7/21/2007 5:06 da tarde  
Blogger nuno pombo said...

Cara anónima,
Se quiser despedir este blogue que o faça por motivos ideológicos. O que o Rui Castro comentou não foi a opinião pessoal de qualquer dirigente da CAP. Foi um documento conjunto assinado pelas associações patronais. Ora desse documento, para que de resto a TSF remete, não podem extrair-se as conclusões que a má fé ou ignorância do jornalista permitiu retirar. Leia o documento antes de dizer disparates.

7/22/2007 1:16 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Nuno Pombo, vou seguir o seu conselho.Este blogue está "despedido" por motivos de reiterada desonestidade intelectual.
É que o secretário geral da CAP não é "qualquer dirigente da CAP" como insinua, ele é um dos quatro subscritores do documento, e o secretário geral da CAP não estava a dar a sua opinião pessoal, estava a explicar o que é que se pretendia com aquele documento.
Por último, acho curioso que não seja o Rui Castro a responder às críticas que lhe são feitas nos comentários. Há silêncios reveladores, que nem o auxílio dos amigos ajuda a disfarçar.
Adeus.

7/23/2007 2:35 da tarde  
Blogger Rui Castro said...

Caro anónimo,
Não respondi porque a resposta estava dada. De qualquer das formas, antes de acusar os outros seja do que for, devia pensar que a honestidade nas críticas e nos comentários começa desde logo por assumir a responsabilidade do que se diz ou escreve (percebe ANÓNIMO?).
Respondendo: o documento é subscrito por 4 entidades, no caso confederações patronais, representadas pelos seus líderes. Porém, como deveria saber, a opinião de cada um deles pode ser importante mas não vincula os demais. Ou seja, de manhã quando a TSF deu a notícia tínhamos um documento que não dizia o que a notícia quis fazer crer.
Quanto às declarações do Presidente da CAP são, na minha perspectiva, de lamentar mas em nada alteram o meu ponto de vista.
Cumprimentos

7/23/2007 3:01 da tarde  
Blogger Dylan T. said...

E no entanto, o meu caro Rui Castro continua a ser omisso ao facto de ter sido o Público a abordar a questão, nesses mesmos termos, em primeiro lugar.
Mas compreende-se. Estragaria a delicada tese do engajamento ideológico da TSF.

Cumprimentos

Dylan T.

7/23/2007 5:54 da tarde  
Blogger Rui Castro said...

dylan t.,
não estraga tese nenhuma. Quanto muito, envolve mais um órgão de comunicação social, aparentemente isento. De qualquer das formas, o Público deu, mais tarde nesse dia, voz ao contraditório, publicando o desmentido. Já a TSF optou por manter o erro.

7/23/2007 6:07 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br