segunda-feira, julho 09, 2007

O Zé que faz falta chama-se Pedro

Razoavelmente atento que estou aos problemas da paróquia, não posso deixar de partilhar com os meus conterrâneos lisboetas a boa impressão que me tem ficado do Pedro Quartin Graça.
Já tinha julgado muito positivamente a sua acção enquanto deputado à AR em duas ou três iniciativas parlamentares, a mais impressiva, para mim, a relativa à Lei do Protocolo.
Foi, portanto, com curiosidade que decidi acompanhar a candidatura do Pedro Quartin Graça à Câmara de Lisboa. Sem o estrépito dos medíocres, tem este candidato sabido oferecer um conjunto de propostas que mereciam ser conhecidas. E apresenta-as com a serenidade e a elevação dos que optam pela credibilidade.
Será muito difícil a sua eleição, é sabido, mas a acontecer seria uma verdadeira lufada de ar fresco a irromper pelo ambiente irrespirável de uma autarquia que devia ser modelar.

2 Comments:

Blogger Pedro Quartin Graça said...

Confesso que me emocionei ao ler, minutos atrás, este post do Nuno Pombo...E emocionado continuo. É por estas razões que vale a pena lutar! Não o conhecendo pessoalmente, desconhecia, também, que fosse um dos autores do Blogue "incontinetes Verbais", perdoem-me a ignorância. E publico-o aqui, não como propaganda mas para que todos vejam que ainda há pessoas com vontade de mudar e com interesse pela comunidade. Um exemplo também! Bem Haja!
Pedro Quartin Graça

7/09/2007 4:18 da tarde  
Blogger nuno pombo said...

Caro Pedro Quartin Graça,
O que fiz foi apenas o "elogio da decência". Não tenho o hábito de distribuir encómios acriteriosamente. Sobretudo em épocas eleitorais. Há que saber distinguir o trigo do joio. Se algum mérito tive foi o de divulgar uma alternativa que pode ser abraçada por todos quantos se não revêem no que temos. E fi-lo com gosto.

7/09/2007 5:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br