segunda-feira, julho 09, 2007

Férias Low Tech com livros em papel


Umas férias de uma semana longe de quaisquer meios tecnológicos à excepção do ipod, fizeram com que tenha estado afastado da blogosfera desde a passada sexta-feira 29.

Tal situação não me deu, no entanto, qualquer inquietação à excepção de um certo sentimento de regret quanto a duas questões: ter falhado o concerto dos Arcade Fire e já agora dos LCD Soundsystem, mas sobretudo estar em falta para com a Laura, ao não ter respondido em tempo útil ao desafio que simpaticamente me lançou nessa mesma sexta-feira.

Saber o que uma pessoa lê, ouve ou vê no cinema pode não ser o meio por excelência para conhecer definitivamente alguém, mas pode servir muito bem para excluir alguém da lista de pessoas eventualmente interessantes.

Acontece no entanto que o desafio lançado pela Laura encerra em si, para mim, um enorme problema, a quem “repassar” o desafio, pelo que deixo essa parte para os próximos dias. É que não sendo eu um blogosferico profissional, acabo por seguir atenta e convictamente poucos blogs, estando obviamente o mel com cicuta nesta lista restrita, o que coloca a Laura directamente no topo da lista das pessoas a quem “repassaria” o desafio, algo que já não faz sentido.

Assim, em vez de “repasssar” este desafio à Laura lanço-lhe outro, o de, passando à segunda parte da triologia o que lê, o que ouve e o que vê no cinema, publicar a playlist de ”top 25 most played musics” do seu ipod e aproveito para informar desde já que estou preparado para que, em retaliação, a resposta da Laura seja publicada com um certo delay.

Quanto a mim subverto um pouco o desafio que me foi lançado e em vez de publicar a lista dos últimos livros lidos ou comprados, publico a lista mais apropriada, e que por coincidência foram mesmo cinco, dos livros que levei para férias:

· “Extinção” de Thomas Bernhard da Assírio e Alvim
· “Frankie e o Casamento” de Carson McCullers da Cotovia
· “A casa das belas adormecidas” de Yasunary Kawabata da Assírio e Alvim
· “O marinheiro que perdeu as graças do mar” de Yukio Mishima da Assírio e Alvim;
· “Escritos Corsários Cartas Luteranas uma Antologia” de Pier Paolo Pasolini da Assírio e Alvim

4 Comments:

Blogger Rui Castro said...

Mas leste os livros ou não? Outra coisa, tens algum interesse na Assírio e Alvim, não?

7/09/2007 11:23 da manhã  
Blogger LAC said...

Tiago, a lista está prometida e será publicada em breve. A razão do delay é mais do que aceitável e não merece represálias.

7/09/2007 12:36 da tarde  
Blogger nuno pombo said...

Este momento foi-vos oferecido pela Assírio e Alvim.

7/09/2007 2:38 da tarde  
Blogger Tiago Machado da Graça said...

Laura,

A misericórdia demonstrada pela não retaliação é sinal de sentimentos nobres que, infelizmente, os meus colegas de blogue desconhecem.

Fico a aguadar a lista, com a inveja de quem não foi ver Arcade Fire

Rui e Nuno,

Em primeiro lugar não tive patrocínio da A&A mas tenho pena. Também aceito um patrocinio da Fnac assim tipo Euro: 200/mês, caso lá conheçam alguém tratem do assunto s.f.f.
Quanto à leitura é óbvio que os livros não foram passear à praia para serem lidos, é que com o que se diz actualmente dos perigos do sol, e com o chato que é pôr o creme protector, o que faço quando chego à praia é cobrir todo o corpo com os livros abertos. Assim todo o meu corpo lê a pratico a cultura integral.

7/09/2007 4:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br