domingo, fevereiro 18, 2007

OLIVEIRA SALAZAR

Quando na sexta-feira ia a caminho de Tondela passei por Santa Comba Dão. Lembrei-me de parar e fazer um mini inquérito de rua. A ideia era aferir da sensibilidade dos habitantes locais à mais recente eleição de Salazar num concurso promovido, entre outros, pelo Daniel Oliveira. A maioria afirmou desconhecer o concurso e sobre o Daniel Oliveira disseram que Oliveira só conheciam um - Salazar. Fiquei sem perceber se seria piada a propósito dos dotes de censor que o Daniel revelou em alguns posts recentes.

Etiquetas: , ,

6 Comments:

Anonymous sá crista said...

Já não se aguenta mais a obsessão com esse Oliveira bloqueiro.O homenzinho só tem a importância que vocês lhe dão...

2/19/2007 2:23 da tarde  
Anonymous gpn said...

Concurso, mas um isso não é um acto onde não se sabe à priori o resultado? Acho que o Rui queria dizer farsa ou logro...

2/19/2007 5:03 da tarde  
Anonymous gpn said...

Sá crista, quando nós os “ignorantes” damos alguma importância ao Homem(zinho) não lhe suscita nenhum tipo de curiosidade intelectual. Ou seremos todos ignorantes, fascistas, retrogradas ou mesmo loucos?

2/19/2007 5:06 da tarde  
Anonymous sá crista said...

GPN,eu acho que se trata de simples masoquismo endémico...

2/19/2007 11:28 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Esta reunião dos chamados resistentes anti-fascistas em Santa Comba Dão, querendo impor às gentes locais os seus pensamentos, é uma nova forma de ditadura. Onde está a liberdade de pensamento que é um dos pilares da democracia ? Será que, 32 anos depois do PREC, não estamos a assistitir a uma tentativa de reabilitar resquícios desse tempo ditatorial ? As gentes de Santa Comba Dão têm o legítimo direito de direccionar os destinos da sua autarquia. Essa é uma das virtualidades do poder local, assente no espírito do 25 de Abril. Sonegar isso é renegar a democracia.
Sou a favor da criação do Museu alusivo ao Prof. Oliveira Salazar para todos conhecermos a história exacta da 2ª República que certos pseudo-democratas querem, à viva força, encobrir. A História não se pode apagar. O problema, para esses, é que o redescobrir da história desse período é o mostrar da grande dimensão de estadista que foi Salazar. E isso é que os incomoda. Os denominados "resistentes antifascistas" não passam dum grupelho social-fascista, comunista e acólitos de extrema-esquerda. Vivemos em Democracia, não vivemos no PREC de 1975.
A única coisa que interessa aos grandes arautos da "Democracia" e da "Luta Antifascista" é manterem-se no poder ad aeternum, contra ventos e marés, para poderem lucrar à custa do Povo que esmagam. E nem sequer permitem qualquer oposição ideológica: para os que lhes fazem frente em nome da Integridade da Pátria não têm qualquer pejo em prescrever censura e até prisão, ferreteando-os de «fascistas !!!!!!!».

3/10/2007 1:03 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Mas quem é esse garotelho Daniel Oliveira ?

Até o pai dele (Oliveira) era admirador de Oliveira Salazar !

3/10/2007 1:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br