sábado, dezembro 02, 2006

Em que é que ficamos? Decidam-se...


Li há pouco que o Sr. Monteiro de Barros não está zangado com o País. Mesmo depois de o Governo, segundo diz, se ter portado mal com ele a propósito da refinaria. O certo é que, mesmo sem estar zangado, não mais se viu por cá nem se ouviu falar nele...

Já o Nobelitado Saramago, coitado, afirma-se não zangado, mas furioso com o nosso País. Deve ter saudades daquele tempo em que pontificavam as mais amplas liberdades, aqueles em que a bitola do mundo era a ponta do seu lápis vermelho ... (os azuis eram das trevas, dos tempos da nefanda ditatura). Pois não querem saber que este homem furibundo, que derrete o chão que o viu nascer, não sai dos nossos jornais, da televisão, de todo o lado? Não é que tem o atrevimento de passar cá o tempo que lhe apetece e que é muito mais do que aquele que nós estávamos dispostos a consentir? Irra! Se está zangado, então que fique zangado, homem! Sempre escusamos de tropeçar na sua imensa arrogância a cada dois passos! Boa viagem!

3 Comments:

Blogger jorge lima said...

Caro Vox:

Duas correcções, se me permites:

1) Diz-se Nobélitado e não Nobelitado.

2) O senhor já não está nem cá nem lá. Parece que, devido a uma abalo teúrico, se desprendeu a parte da ilha de Lanzarote em que ele vivia, que está agora à deriva a caminho de Cuba. Parece que agora se chama Jangada de Pedra, ou coisa assim.

12/06/2006 4:02 da tarde  
Blogger vox patriae said...

Até Lanzarote tem sorte...

12/06/2006 4:28 da tarde  
Blogger jorge lima said...

Os cubanos, é que não há mal que lhes não venha, com'ó perdigão do Camões...

12/06/2006 11:53 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br