sexta-feira, março 14, 2008

direita

O partido de Menezes, que só por acaso usa o mesmo nome, é o partido dessa nova classe média e não representa mais do que 20 a 30 por cento do eleitorado. Talvez suba ocasionalmente nas sondagens por impopularidade de Sócrates, mas salvo desastre, a maioria do país nunca lhe confiará o governo; a ambição nua e crua, a brutalidade táctica e um populismo meio louco valem o que valen. Entretanto, dividida e desorientada, a direita responsável do PSD está sem partido. E precisa de um. (Vasco Pulido Valente, no Público, versão papel)

2 Comments:

Anonymous rpa said...

Só agora é que o VPV percebeu isso? Já é mais do que evidente desde a trilogia Barroso-Lopes-Portas

3/14/2008 11:12 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

o pediatra aparece sempre com ar de quem sofre de hemorroidal

3/14/2008 11:19 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br