terça-feira, janeiro 01, 2008

a tendência mantém-se

Hoje, Cavaco mostrou a sua inquietação por causa das desigualdades na distribuição do rendimento em Portugal, pondo em causa os rendimentos auferidos por altos dirigentes de empresas. Há dias, na sua mensagem de Natal, Sócrates rejubilou com os resultados da sua governação.
Há já vários anos que temos governos de direita e presidentes de esquerda. Tudo na mesma, portanto.

11 Comments:

Blogger RICARDO PINHEIRO ALVES said...

Governos de direita a distribuirem computadores a quem não precisa e a procurarem igualdades por todo o lado?

Desde o 25 de Abril que temos presidentes e governos de esquerda. O único partido que não é de esquerda e esteve no Governo foi o CDS mas nunca teve força para impor uma governação de direita.

1/01/2008 9:53 da tarde  
Blogger José Luís Malaquias said...

Essa do distribuirem computadores tem a sua graça, pois eles são tão gratuitos como os telemóveis que as operadoras nos «oferecem» com um contrato de escravidão de 24 meses. Pelo menos, o preço não sai do erário público mas que é demagógico é.
Quanto às esquerdas e às direitas, a questão já deveria ter ficado resolvida com Galileu. é uma posição relativa. Para quem estiver à esquerda de Cavaco, ele é de direita. Para quem estiver à direita, ele é de esquerda. Idem para o Sócrates. Por isso, a única coisa que verdadeiramente interessa é se eles estão à direita ou à esquerda da média dos portugueses.

1/02/2008 12:43 da manhã  
Blogger José said...

na verdade, o que interessa se são de esquerda ou de direita? Por acaso o desenvolvimento económico e social têm ideologia política? Filiação partidária? O que importa é ter a coragem de realizar as reformas que muito precisamos. Guterres era críticado por nada fazer, Sócrates é criticado por fazer?

1/02/2008 1:46 da tarde  
Blogger RICARDO PINHEIRO ALVES said...

Caro José,

Socrates é criticado, e bem, por fazer mal. Não por fazer reformas. O facto de os socialistas terem impedido durante anos a fio que se fizesse qualquer reforma não faz deles, por terem finalmente percebido que alguma coisa tinha de mudar e feito umas pseudo-reformas, uns "reformistas".

A ideologia política está na forma como se atinge o desenvolvimento económico e social, não no objectivo em si. Esta moda nova de que as ideologias não interessam só serve para aqueles que há anos estão "agarrados" ao poder.

1/02/2008 3:06 da tarde  
Blogger L. Rodrigues said...

De um campo oposto, concordo neste ponto com R.P. Alves.:

"A ideologia política está na forma como se atinge o desenvolvimento económico e social, não no objectivo em si."

O truque de retórica neo-liberal tem sido precisamente apresentar a economia como politicamente neutra, uma espécie de lei natural impregnada de inevitabilidades.

Que tem servido quem está agarrado ao poder, nomeadamente o económico.

1/02/2008 4:57 da tarde  
Blogger RICARDO PINHEIRO ALVES said...

Caro L. Rodrigues,

O problema é que não é o neoliberalismo que apresenta a economia como políticamente neutra. São os próprios economistas que o fazem considerando que a ciência económica está acima de querelas ideológicas e que é detentora de uma verdade absoluta e objectiva traduzida em modelos matemáticos.

È este positivismo económico que tenta prevenir qualquer discussão ideológica. Curioso é que os economistas são maioritariamente de esquerda mas muitas vezes apoiam-se em lógicas de direita sem disso se aperceberem.

1/02/2008 5:25 da tarde  
Blogger L. Rodrigues said...

Curioso considerar que os economistas são maioritariamente de esquerda, deve ser o relativismo de que falava O amigo Malaquias.

1/02/2008 7:09 da tarde  
Blogger RICARDO PINHEIRO ALVES said...

Refiro-me aos economistas do meio académico e não aos restantes. São os que produzem ideias. Defeito profissional...

1/02/2008 7:22 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Pois, mas o malaquias é tonto.

1/03/2008 6:05 da manhã  
Blogger José Luís Malaquias said...

Eu ainda estou para conhecer o primeiro economista de esquerda. A menos que se esteja a falar daquele barbudo do Século XIX

1/03/2008 1:07 da tarde  
Blogger RICARDO PINHEIRO ALVES said...

Vai à faculdade de economia da Universidade de Coimbra, que está mais perto.

1/03/2008 2:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br