quarta-feira, outubro 03, 2007

O verdadeiro 5 de Outubro (1143)

O Manuel Castelo Branco, confessando sentir-se monárquico, revela que no 5 de Outubro vai trabalhar. Eu provavelmente também. Não por me ser indiferente o dia; tão-só por necessidade. Na verdade, na História de Portugal, o 5 de Outubro assume importância particular. E custa-me que poucos sejam os que o relembram. Os situacionistas do regime preferem, pois, reviver uma revolução fratricida, ignorando ostensivamente, porque lhes convém, aquilo que em qualquer outro país se comemoraria: a origem da nacionalidade.

4 Comments:

Blogger José Luís Malaquias said...

Pois é verdade. Mas o Portugal em que eu me revejo, o Portugal republicano, nasceu no 5 de Outubro de 1910.
De qualquer modo, concordo que a feliz coincidência das datas deve servir para unir e não para dividir.

10/03/2007 3:37 da tarde  
Blogger nuno pombo said...

Não fazendo minhas as palavras do orador antecedente, devo dizer que, tanto quanto seja do meu conhecimento, o 5 de Outubro de 1143 não merecia evocação especial, quando Portugal era ainda substantivo e não adjectivo de uma república. Por isso, não me parece que hoje, faça mais sentido do que ontem a sua evocação. Isto não quer dizer que não devamos recordar o 5 de Outubro, aquele dia fatídico em que nasceu o franchising luso dessa mega corporação internacional. Lembremo-lô... e digamos o que ele nos merece: PORCA REPÚBLICA!

10/03/2007 7:45 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Exactamente: "forca" república!

hehehehehe

10/05/2007 1:40 da manhã  
Blogger João Távora said...

Que susto!!! Pensei que a Mafalda planeava ir para a Rotunda festejar... :-)

10/05/2007 1:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br