quinta-feira, setembro 14, 2006

Duas cegueiras

Mário Soares, por exemplo. Apesar de fazer a sua condenação do terrorismo, sem lhe dar o ênfase necessário, de imediato se lança numa diatribe anti-americana. ”A família de Bin Laden saiu dos Estados Unidos, logo a seguir ao 11 de Setembro, quando o espaço aéreo estava fechado”, disse Soares, implicando que existia uma ”zona sombria” na situação.(...) Além disso, diz que é o petróleo que explica o ”interesse americano” no Médio Oriente, como se tudo se explicasse pela ”ganância”. Infelizmente para todos, nada é assim tão simples, e manifestamente não chega para explicar o drama da região. para o doutor Soares, tudo é culpa da América, da globalização, e do ”sistema” (sim, foi essa a palavra usada). Incapaz de ver, ou admitir, que existe uma vanguarda islâmica violenta e aterradora, totalitarista e apocalíptica, com desejo profundo de destruição ocidental, o doutor Soares prossegue na sua cegueira, odiando sempre mais os americanos do que os seus, e nossos, inimigos.
A cegueira de Pacheco Pereira não foi menor.(...) Pacheco Pereira não é capaz de reconhecer que a política norte-americana do ”Eixo do Mal” foi um desastre de proporções históricas, e que a administração Bush perdeu toda e qualquer credibilidade aos olhos do mundo. Infelizmente, direita e esquerda actuais são parecidas, ambas filhas de Rousseau. Não querem saber dos factos. Têm muitas crenças mas não têm lucidez.

In Domingos Amaral no DE

1 Comments:

Blogger Rui Castro said...

Não concordo. Pacheco Pereira apontou o dedo a Bush por aquilo que fez no Iraque. O Domingos Amaral é que talvez já esteja a precisar de uns óculos.

9/14/2006 12:33 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

BlogBlogs.Com.Br